quarta-feira, 24 de junho de 2020

Mais de dois meses após reabrir comércio, casos de Covid-19 em Blumenau disparam e prefeito faz apelo: 'Por favor, nos ajudem'

Shopping de Blumenau tem aglomeração na reabertura após quarentena — Foto: Reprodução
Shopping de Blumenau tem aglomeração na reabertura após quarentena — Foto: Reprodução
Pouco mais de dois meses depois da reabertura do comércio, os casos de Covid-19 aumentaram em 13,9 vezes na cidade de Blumenau, no Vale do Itajaí. Nesta semana, o prefeito Mário Hildebrandt (Podemos) pediu que a população, comércio e empresários ajudem a administração municipal no combate à doença, e disse que medidas mais rigorosas para tentar frear a transmissão serão anunciadas ainda nesta quarta-feira (24).
O apelo de Hildebrandt foi feito durante uma transmissão ao vivo pelas redes sociais na noite de segunda-feira (22), com a atualização da situação do novo coronavírus no município.
"Quero reiterar e pedir pra vocês: Por favor, nos ajudem. (...) Se as empresas não ajudarem, se o comércio não ajudar com a questão de regular a entrada e saída de pessoas, se supermercados não ajudarem, se farmácias, lanchonetes, bares e restaurantes não nos ajudarem, provavelmente podemos ter consequência. É um pedido de ajuda de cada um de vocês. Além disso, é um pedido de ajuda a cada um da sociedade, cada cidadão tem um passo importante nessa caminhada", disse Hildebrandt.
Conforme os últimos dados do governo do estado, a cidade tem 951 casos de Covid-19, incluindo seis mortes. Havia 68 casos em 13 de abril, quando o comércio foi autorizado a retomar as atividades.
Na mesma transmissão, o secretário de Saúde de Blumenau, Winnetou Krambecko, disse que a população da cidade não tem tomado os cuidados necessários em relação à doença, e que esse descuido tem se refletido nos casos de pessoas infectadas.
"É evidente o quanto o blumenauense se desligou da necessidade do cuidado. Simplesmente acharam que estava tudo resolvido, que estava tudo certo, e a gente observou um relaxamento geral. As pessoas não estão cuidando, isso é fato. E o que estamos observando nos números é reflexo do relaxamento que o blumenauense teve em relação ao coronavírus. As pessoas não cuidam mais, acham que tudo passou", disse ele.
A reabertura do comércio na cidade durante a pandemia da Covid-19 ganhou repercussão após imagens mostrarem um shopping com aglomeração de pessoas.
"Na Secretaria, na prefeitura, a gente entendeu que o blumenauense ia ter um conhecimento e uma atitude muito mais ativa em relação aos cuidados com o coronavírus aqui na cidade, e por isso decidimos manter a abertura", declarou Krambecko.
Na última semana, apesar do crescimento de infectados pelo novo coronavírus, foi retomada a circulação de ônibus em Blumenau. O retorno causou polêmica por causa da suspensão do benefício de gratuidade para idosos, com o objetivo de desestimular que eles saíssem de casa. No município, das seis mortes confirmadas até o momento devido à Covid-19, cinco foram de idosos.
Na mesma transmissão ao vivo, o prefeito frisou que o uso de máscaras no município é obrigatório, mas que o descumprimento não gera multa, como em outra cidades, que outras prefeituras restringiram mais as atividades, e que avaliava adotar medidas mais rigorosas.
"Nos ajudem a vencer o coronavírus. Mantenha o isolamento social, lave as mãos, use álcool em gel, use máscara, não saia de casa se não precisar sair. Aos idosos, um pedido a vocês: não saia de casa se não houver extrema necsesidade, se não for para ir ao médico, ou ir à farmácia, algo que não tenha alguém para fazer para vocês", declarou.

Fonte: G1 SC

Nenhum comentário:

Postar um comentário