sábado, 9 de maio de 2020

MBL vai à Justiça para proibir churrasco de Bolsonaro e Major Olimpio diz que o churras é “ um chute no saco do povo”

O MBL protocolou uma ação na Justiça de Brasília para tentar impedir Jair Bolsonaro de realizar o churrasco marcado para este sábado.
Para o advogado Tiago Pavinatto, membro do grupo, o evento configura abuso de direito.
“Atuando em seu âmbito pessoal e dentro de sua residência, mesmo sem afrontar a lei vigente, no exercício de seu direito de fazer um churrasco exercido de maneira legítima apenas na aparência, Bolsonaro excede manifestamente os limites impostos pela boa fé, pelos bons costumes e as finalidades sociais e econômicas que podem existir neste ato”, diz a ação.
O MBL pede que, caso realize o evento, o presidente seja multado em R$ 100 mil. O valor seria então revertido em ações de combate à pandemia do novo coronavírus.
MAJOR OLIMPIO
O líder do PSL no Senado, Major Olimpio (SP), afirmou avaliou como “suicídio político” a fala do presidente Jair Bolsonaro de que daria 1 churrasco para 30 pessoas no sábado (9.mai.2020). O senador considerou uma afronta ao povo.
“Lamentável em todos os aspectos. Um chute no saco do povo brasileiro. Suicídio político. Só ajuda terapêutica psicológica pode minimizar”, disse à reportagem.

Fonte: O ANTAGONISTA E PODER 360

Nenhum comentário:

Postar um comentário