quarta-feira, 20 de maio de 2020

Delegado instrutor de tiro é baleado e namorada morre durante briga em apartamento em SP; prédio é o mesmo onde Lula tem imóvel considerado sua residência principal

Imagem: Arquivo pessoal
O delegado da Polícia Civil de São Paulo e instrutor de tiros Paulo Bilynskyj, 33, foi encontrado hoje baleado em um apartamento em São Bernardo do Campo (Grande São Paulo). Uma mulher que estava com ele foi encontrada morta no local, também com marca de tiro.
Segundo a polícia civil, a principal suspeita é de que houve um tiroteio durante uma briga do casal. Investigadores suspeitam que houve um feminicídio, mas outra hipótese, de que ela tentou matá-lo e ele se defendeu, não é descartada.
Policiais militares que foram ao local disseram à reportagem que a mulher, identificada como Priscila Delgado de Barros, 27, e modelo, tinha um relacionamento com o delegado.
Policiais civis dizem que os tiros atingiram dedo, perna e abdômen de Bilynskyj. Ambos foram socorridos ao Hospital Green Line.
Colegas de trabalho do delegado afirmaram que ele está em UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e que o estado é grave porque ele perdeu muito sangue.
O delegado é conhecido nas redes sociais por defender o uso de armas para proteção de vidas.
Diversos policiais militares foram até o local do crime. No entanto, procurada, a PM (Polícia Militar) afirmou que não iria se posicionar e pediu que a reportagem procurasse a SSP (Secretaria da Segurança Pública). Em nota, a pasta informou que a Corregedoria da Polícia Civil vai investigar o caso.
O prédio é o mesmo onde o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem um apartamento considerado sua residência principal. Segundo a assessoria de imprensa do petista, ele não estava em casa na hora do crime.. 

Fonte: UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário