terça-feira, 19 de maio de 2020

Após 36 dias internado, idoso se recupera da Covid-19 e é aplaudido ao deixar hospital

Antônio Honorato se recupera em casa — Foto: Cedida
Antônio Honorato se recupera em casa — Foto: Cedida
O funcionário público Antônio Honorato Sobrinho, de 61 anos, recebeu alta hospitalar após mais de um mês tratando a Covid-19 em uma unidade de Mossoró, no Oeste do Rio Grande do Norte. Ao todo foram 36 dias lutando contra o novo coronavírus em um leito de UTI.
O homem que é pré-diabético, portanto pertence ao grupo de risco da Covid-19, foi retirado da terapia intensiva no dia 5 de maio. Ele ainda passou mais cinco dias na unidade hospitalar antes de receber alta. "Foi um alívio e uma alegria muito grande", conta o sobrinho Matuzael Honorato.
Nesta terça-feira (19), Antônio Honorato, que é motorista da Prefeitura de Mossoró, se recupera com a ajuda de um fisioterapeuta desde que voltou para casa no dia 10 de maio. "Ele ainda não está falando porque passou muito tempo entubado, mas está evoluindo muito bem ao tratamento", conta Matuzael, que trabalha como maqueiro em Mossoró.
"Foi muito difícil conciliar a profissão nesse momento de pandemia com a situação do meu tio, que passou mais de um mês internado. Fiquei acompanhando quase todo dia. Tinha dia que eu preferia não procurar ver como ele estava para esperar uma notícia melhor no dia seguinte", relata Matuzael Honorato.
Os familiares de Antônio Honorato contam que o histórico de tabagismo dele pode ter agravado o estado de saúde. Antes de apresentar os primeiros sintomas, Honorato estava trabalhando, fazendo inclusive entrega de marmitas para os profissionais da saúde nos hospitais. Ele começou a sentir falta de ar e cansaço na semana anterior a da internação.
A alta hospitalar de Antônio Honorato foi motivo de comemoração e muita emoção entre a equipe médica que o acompanhou durante os 36 dias de internação. Ele recebeu homenagens e foi aplaudido pelos profissionais da saúde que formaram um corredor na saída do pronto-socorro.

Fonte: G1 RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário