sábado, 25 de abril de 2020

Mural de máscaras descartáveis ajuda moradores a se prevenirem do novo coronavírus em Itanhaém

Mural com máscaras descartáveis fica em frente à casa de autônoma. — Foto: Arquivo pessoal/Rose Vieira
Mural com máscaras descartáveis fica em frente à casa de autônoma. — Foto: Arquivo pessoal/Rose Vieira
Moradores da região do bairro Savoy, em Itanhaém, no litoral de São Paulo, contam com uma ajuda extra no combate à transmissão do novo coronavírus. Uma moradora do bairro vem produzindo máscaras descartáveis e deixando disponível em um mural na porta de casa para quem precisar pegar.
Em entrevista ao G1, a autônoma Rose Vieira, de 40 anos, começou com o início da recomendação de isolamento social, em março. Até agora, já foram mais de mil máscaras produzidas com tecido TNT, elástico e cola quente. "São máscaras descartáveis. Sempre oriento quem pega sobre manusear apenas pelo elástico e também a descartar depois do uso, principalmente se sentir a máscara começando a ficar úmida", conta.
Após produzir as máscaras, Rose as embala e deixa disponível em um mural no portão de sua casa. Para quem quiser, é só passar pela rua Humberto Ladalardo, no bairro Savoy. Rose consegue ver de sua mesa de trabalho, que fica na sala, quando alguém pega uma máscara, para repor, de forma que sempre haja itens à disposição.
"Estou sempre repondo as máscaras [no mural]. O que importa é que estejam todos usando e se protegendo", diz.

Fonte: G1 Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário