quarta-feira, 25 de março de 2020

Força-tarefa prende seis pessoas e apreende armas no interior RN; dois suspeitos morrem após confronto

Parte do material apreendido durante operação no interior do RN — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Parte do material apreendido durante operação no interior do RN — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Cinco homens foram presos e um adolescente apreendido por uma força tarefa de combate ao crime organizado na zona rural de Pendências e em Alto do Rodrigues, no interior do Rio Grande do Norte. Na ação, dois suspeitos reagiram à abordagem policial, foram baleados e morreram. A operação aconteceu na manhã desta terça-feira (24), segundo a Polícia Federal.
Ainda de acordo com a PF, a Força-Tarefa de Combate ao Crime Organizado foi composta também pelas polícias Civil e Militar, atuando em colaboração com a Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI/MJSP).
Na primeira etapa da ação, os policiais deram voz de prisão em flagrante a seis criminosos que estavam em um sítio na zona rural de Pendências. No local, foram localizados diversos armamentos, vestimentas e materiais utilizados para a prática de crimes.
"Durante a ação policial, dois dos acusados resistiram à prisão e efetuaram disparos de arma de fogo contra os policiais envolvidos na diligência, os quais prontamente responderam à ação ilícita. Esses dois suspeitos foram socorridos e encaminhados para hospital da região", informou a PF.
De acordo com a Polícia Civil, eles foram levados ao hospital de Pendências, mas não resistiram e morreram. Ainda de acordo com a Polícia Civil, o bando é suspeito de crimes como organização criminosa, tentativa de homicídio, porte ilegal de arma e receptação.
Em uma outra diligência, dois suspeitos de integrar o bando foram presos em flagrante na cidade de Alto do Rodrigues e estavam de posse de uma arma e motocicletas que tinham sido roubadas.
Durante a ação, foram ainda apreendidos dois revólveres, três espingardas, três motocicletas, balaclavas e roupas camufladas possivelmente utilizadas nas ações delituosas.

Fonte: G1 RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário