sexta-feira, 27 de dezembro de 2019

Brasil tem o segundo prefeito assassinado a tiros em 72 horas

O prefeito de Ribeirão Bonito (SP), Francisco José Campaner (PSDB), conhecido como Chiquinho Campaner, foi assassinado a tiros na tarde desta quinta-feira (26), segundo informações obtidas pela EPTV, afiliada da TV Globo. Outras duas pessoas foram baleadas.
O crime aconteceu em uma estrada de terra na zona rural, na entrada do município. A motivação e a autoria do crime ainda são desconhecidos.
Campaner, de 57 anos, estava em um carro acompanhado do chefe de gabinete, Edmo Gonçalo Marchetti, e do amigo Ary Santa Rosa, que também foram baleados.
O prefeito morreu no local e a suspeita é que ele tenha sido atingido por quatro tiros. Os feridos foram socorridos para a Santa Casa de São Carlos e o estado de saúde deles é estável, segundo asssessoria do hospital.
O lavrador Claudinei Bonani foi o primeiro a chegar ao local do crime. “Vi o prefeito caído, juntamente com o Edmo [chefe de gabinete], pedindo socorro”.
Este é o segundo caso envolvendo autoridade do executivo municipal em 72 horas. João Gregório Neto (PL), prefeito de Grajeiro, no Ceará, foi assassinado por volta das 6 horas da manhã da última terça feira, 24.

Fonte: Blog Jair Sampaio

Nenhum comentário:

Postar um comentário