sexta-feira, 8 de novembro de 2019

Operação que matou PM paraibano foi autorizada por 8º Batalhão do RN

Cabo Edmo Tavares, da PM da Paraíba, morreu ainda no local. Foto: Instagram
Cabo Edmo Tavares, da PM da Paraíba, morreu ainda no local. Foto: Instagram
A investigação sobre a operação que terminou com a morte de um PM paraibano indica que a ação foi autorizada pelo comando do 8º Batalhão de Polícia Militar do Rio Grande do Norte. Apesar disso, o comando geral da corporação afirmou não ter sido informado acerca da ação.
O documento assinado pelo 8º Batalhão, que teria autorizado a operação na Paraíba, consta no inquérito militar que investiga o caso. O comando geral da Polícia Militar da Paraíba também afirmou que não foi comunicada sobre a investida.
Segundo o comando-geral da PM no Rio Grande do Norte, qualquer operação que envolva estados vizinhos precisa ser comunicada ao comando-geral. Por meio da assessoria de imprensa, a PM disse que não iria se pronunciar sobre assunto e aguarda a conclusão do inquérito.
O caso aconteceu no dia 29 de outubro, no município paraibano de Tacima. Três PMs trocaram tiros com o cabo Edmo Tavares da Polícia Militar da Paraíba. Edmo Tavares morreu no confronto. Os três suspeitos foram afastados e poderão responder por homicídio doloso.

Fonte: OP9

Nenhum comentário:

Postar um comentário