segunda-feira, 2 de setembro de 2019

Motorista suspeito de matar adolescente do RN é preso no sertão de Pernambuco

Polícia Civil da Paraíba prendeu homem na noite de sábado (31) no município de Custódia, Sertão de Pernambuco e apresentará detalhes nesta segunda-feira (2).“Está preso o motorista do caminhão baú, autor da morte de Karol”. A informação é do delegado Tiago Cavalcanti, chefe do Núcleo de Homicídios da Paraíba. A Polícia Civil da Paraíba com apoio da Polícia Rodoviária Federal prendeu na noite de sábado (31) o suspeito de matar a adolescente potiguar Karolina Oliveira Gomes.
O motorista de um caminhão baú flagrado por câmeras de segurança conversando com Karol foi detido no município de Custódia, na BR-232, Sertão de Pernambuco. O delegado explicou que o nome do suspeito e informações completas sobre a investigação serão repassadas em coletiva de imprensa na manhã de segunda-feira (2), na Central de Polícia Civil de João Pessoa (PB).
Karolina Oliveira, 16 anos, saiu de casa no bairro Sapucaia, em Goianinha, Região Metropolitana de Natal (RN), na noite do dia 5 de agosto para ir até uma lan house imprimir um trabalho da escola e não voltou mais. A polícia encontrou o corpo da garota despido e com marcas de facadas em um canavial no município de Mamanguape (PB), na rodovia que dá acesso à cidade de Capim.
Perfurações no tórax e pescoço. Lesões pulmonares, cardíacas e vasculares. Essa descrição faz parte da causa da morte registrada no atestado de óbito da adolescente. O motorista de um caminhão baú foi filmado por câmeras de vigilância de estabelecimentos comerciais às margens da BR-101, em Goianinha, na noite em que Karol desapareceu. Imagens captadas mostraram o suspeito conversando com a adolescente. Desde então, esse homem flagrado pelas câmeras era procurado pela polícia.
Na quinta-feira (29), dois homens foram presos em Recife (PE) com o aparelho celular da vítima. A Polícia Civil da Paraíba, em conjunto com o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) do Recife (PE), cumpriu os mandados de prisão temporária da Comarca de Mamanguape contra Carlos Henrique Carvalho Batista e Luciano Rodrigues da Silva. Eles negaram participação no crime, mas disseram de quem tinham recebido o celular.
Com base nessa informação a polícia seguiu em busca da pessoa que teria supostamente repassado o aparelho e acabou chegando ao suspeito preso no sábado. Ele nega as acusações, mas se contradiz em algumas respostas. A polícia da Paraíba acredita que o suspeito seja realmente o responsável pela morte da garota.

Fonte: Blog Jair Sampaio

Nenhum comentário:

Postar um comentário