terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Bandidos incendeiam ônibus na 13ª noite seguida de ataques no Ceará

Ônibus foi incendiado por criminosos no município de Guaiúba na 13ª noite de ataques criminosos no Ceará — Foto: Reprodução/SVM
Ônibus foi incendiado por criminosos no município de Guaiúba na 13ª noite de ataques criminosos no Ceará — Foto: Reprodução/SVM
Bandidos voltaram a cometer ataques criminosos nesta segunda-feira (14) no Ceará, 13ª noite seguida da onda de violência que atinge o estado desde o dia 2 de janeiro. Suspeitos incendiaram um ônibus na cidade de Guaiúba, Região Metropolitana de Fortaleza, durante a noite. Além disso, outros suspeitos tentaram instalar uma bomba em um túnel na capital, mas a polícia impediu o ataque. Não houve feridos nestas ações.
Desde o dia 2 de janeiro, ocorreram 204 ataques criminosos em pelo menos 46 cidades. A série de atentados começou em Fortaleza, foi para a Região Metropolitana e se espalhou pelo interior. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, 360 pessoas foram capturadas por envolvimento nos crimes.
O Ministério da Justiça confirmou que enviará um reforço de 355 agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para o estado. De acordo com a PRF, os policiais devem chegar ao estado nesta terça-feira (15) para atuar, principalmente, para evitar novas ações criminosas contra viadutos, torres de transmissão de energia e rodovias. O governo do estado também comunicou que convocará 1,2 mil policiais militares da reserva para reforçar o combate aos ataques.
O ônibus foi incendiado pelos criminosos durante a noite desta segunda-feira em uma estrada no distrito de São Jerônimo, em Guaiúba. De acordo com a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros foi acionado para o local e apagou o incêndio. O veículo ficou destruído. Ninguém ficou ferido. 
A polícia impediu o ataque contra um túnel no Bairro Parangaba, na capital. Segundo a Polícia Militar, um casal estava no túnel utilizando uma furadeira para perfurar uma das colunas do equipamento. A polícia suspeita que o casal iria instalar explosivos no equipamento. Eles fugiram ao perceber a presença policial. 

Fonte: G1 CE

Nenhum comentário:

Postar um comentário